quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

FELIZ ANO NOVO

Desejamos que o amor, a harmonia, a paz, a prosperidade e a felicidade sejam elementos constantes no cotidiano de cada um nesse ano que está para se iniciar. Boas festas a todos. 

“Esqueçamos as tristezas do passado e tomemos a decisão de não continuar com elas no Ano Novo. 
Com determinação e vontade inabaláveis, renovemos nossas vidas, nossos bons hábitos e nossos êxitos. 
Se o ano que passou foi desesperadamente ruim, o Ano Novo será esperançosamente bom.”

(Paramahansa Yogananda, “Self-Realization Magazine)

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

DESENVOLVA O HÁBITO DE CONVERSAR COM DEUS


“O hábito de amar a Deus e com Ele conversar interiormente deveria ser cultivado não apenas por aqueles que vivem em mosteiros, mas também pelos que vivem no mundo. Isso pode ser feito – é necessário apenas um pouquinho de esforço. Todos os hábitos que você desenvolveu até agora são ações que desempenhou de maneira regular, quer física, quer mentalmente, até se tornarem uma segunda natureza em você. Mas foi preciso, algum dia, começar a criar esses hábitos. Agora é a hora de iniciar aqueles tipos de ações e de pensamentos que desenvolvam o hábito de conversar silenciosamente com Deus.”

(Sri Daya Mata – No Silêncio do Coração – Ed. Self-Realization Fellowship – p. 28)

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

KARMA




“Nós descrevemos o karma como aquela lei de reajustamento que sempre tende a restaurar o equilíbrio abalado no mundo físico, e a harmonia rompida no mundo moral. Dizemos que o karma não atua sempre dessa ou daquela maneira particular, mas que sempre age de modo a restaurar a harmonia e preservar o equilíbrio, em virtude do qual o universo existe”

(H. P. Blabstsky, A Chave para a Teosofia, Editora Teosófica, pg. 108)



segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

PAZ INTERIOR



“Poucos homens chegam a se dar conta de que em seu reino há um permanente estado de guerra. Geralmente, só quando esse reino está quase completamente arrasado é que os homens percebem, indefesos, a triste ruína de sua vida. Os conflitos psicológicos por saúde, prosperidade, autocontrole e sabedoria têm de ser reiniciados todos os dias, para que o homem se adiante na direção da vitória, reconquistando, centímetro por centímetro, o território da alma ocupada pelos rebeldes da ignorância. “

(Paramahansa Yogananda – A Yoga do Bhagavad Gita – p. 22)

domingo, 27 de dezembro de 2015

O AGORA



“Quando você se torna amigo do momento presente, quando estabelece uma boa relação com ele, fica sempre à vontade em qualquer situação. Mas, quando não se sente à vontade no Agora, você leva o desconforto para qualquer lugar aonde for.
A divisão da vida em passado, presente e futuro é uma construção da mente, em última análise ilusória. Passado e futuro são formas de pensamento, abstrações mentais. O passado só pode ser lembrado Agora. O que você lembra é um fato que aconteceu no Agora e do qual você se lembra Agora. O futuro, quando chega, é o Agora. Portanto, a única coisa real, a única coisa que sempre existe, é o Agora.”

(Eckhart Tolle - O Poder do Silêncio - Ed. Sextante, Rio de Janeiro, 2010 - p. 31/33)

sábado, 26 de dezembro de 2015

LAPIDAÇÃO DO CARÁTER


"Aquele que já coloca um ideal de virtude diante de si como meta a ser alcançada, compreenderá o que é chamado de natureza inferior e que deverá ser dominada. Em linguagem comum, pessoa controlada é aquela que sua mente controla os seus desejos. Essa é uma pessoa que possui um forte desejo de evoluir. Já tem na sua memória as experiências do passado e as atrações do exterior já não o iludem e nem o atraem mais. O resultado dessas experiências é a firme convicção do objetivo a ser alcançado.”

(Annie Besant - Do Recinto Interno ao Santuário Externo - p. 06)

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

TODOS SÃO NOSSOS INSTRUTORES



“Todos e tudo me ajudaram a decifrar enigmas e me convidaram a despertar. Alguns me iludiram, outros me salvaram pela desilusão. Alguns me agrediram, outros me amaram. Alguns me feriram, outros me sararam. Todos e tudo me transformaram pelo que me ensinaram.”

(Hermógenes, Ânimo de Viver)

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

FELIZ NATAL



Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria. É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens.

O GET Água Verde deseja a todos um feliz Natal, iluminado de Amor, Paz e Alegria. 

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

ANJOS NATALINOS


“A concepção dos anjos sobre o Natal é também bastante diferente da nossa. No Natal comemoramos o Nascimento do Cristo como homem; comemoração que, para nós consiste em grande parte na prática de uma cerimônia de uma forma; mesmo que nos rituais tradicionais da Igreja predomina o aspecto-forma do festejo. Mas os anjos veem o Natal pelo aspecto-vida, como o ponto culminante de todas as forças da Natureza em todos os planos e em todos os níveis, como a época que tem lugar a efusão direta e poderosa da força criadora e da energia espiritual emanada do próprio Deus."

(Dora van Gelder Kunz, O Natal dos Anjos, Ed. Teosófica, pg 28)

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

A MAGIA DO NATAL


“Aqueles que despertaram a visão interior sabem da existência de um lado oculto do Natal, dificilmente percebido pelo homem comum, ainda que este reaja à sua influência. Devemos lembrar-nos de que a Terra está cheia de seres superfísicos, anjos, arcanjos e toda a população celestial, que se encontram num nível de evolução mais elevado que o nosso, sendo responsável pela direção e pelo controle do processo multiforme da Natureza. São seus pensamentos, sentimentos e atividades que representam uma parte tão importante na criação da atmosfera peculiar de boa vontade, tão notável no Natal. Nessa época do ano toda a Terra vibra com as maravilhosas forças derramadas pelos anjos e com a poderosa bênção do Cristo, que desce em resposta à Sua adoração.”

(Dora van Gelder Kunz, O Natal dos Anjos, Ed. Teosófica, pg 16)

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

A CONSCIÊNCIA


“Enquanto a inteligência não estiver plenamente desperta, e a consciência humana estiver sob as leis da mecânica, o homem será ignorante; ele usa sua mente para satisfazer seu desejo de sensação e não meramente para satisfazer uma necessidade grosseira.Ele então entra em conflito com o universo. A relação entre eles é de reações mútuas que também podem ser chamadas de karma.”

(N. Sri Ram, O Interesse Humano, Ed. Teosófica, pg.107)

domingo, 20 de dezembro de 2015

A EXPERIÊNCIA DE DEUS



 "Deus não é para ser discutido: é para ser experienciado. Os grandes seres espirituais foram homens que passaram por essa experiência. E todos eles assinalaram que aquilo que se antepõe no caminho do nosso desabrochar espiritual é a identificação com o ego. O ego é apenas a sombra do real, a causa da ignorância que nos mantém impiedosamente presos à roda de nascimentos e mortes. O ego vive, move-se e trabalha num mundo de separação - um mundo infeliz. A cura está na busca de união com o coração da realidade, o eu que é eterno e imortal, sem início e sem fim. Esse é o verdadeiro eu, que, embora não tenha nome, é chamado por muitos de Deus. (...)"

(J.P. Vaswani - A experiência de Deus - Revista Sophia, Ano 13, nª 56 - Ed. Teosófica - p. 41/43)

sábado, 19 de dezembro de 2015

A MENTE PURA


"Façam suas mentes funcionarem como a bússola do marinheiro. Não importa para onde o navio se dirija, a bússola sempre apontará para o norte e o manterá no rumo. Tenham a mente sempre em Deus e seu barco navegará em águas tranquilas. Quem age dessa forma jamais perde a fé e a devoção, mesmo quando é atirado num ambiente hostil. No momento em que ouve falar de Deus, fica louco de alegria. Um fragmento de sílica pode permanecer debaixo da água por mil anos, mas, ainda assim, se for tirado da água e sofrer atrito, produzirá faíscas.
Assim como a folha seca levada pelo vento, o homem cujo único ideal é Deus sente-se feliz em permanecer onde o Senhor o colocar. Não tem vontade própria nem desejos, é capaz de viver no mundo e, simultaneamente, mergulhar no oceano do conhecimento e da bem-aventurança.
A mente pura é como um fósforo seco que se acende no exato momento em que é riscado. Se estiver úmido, porém isso não acontecerá. Da mesma forma, se a mente ficar saturada de pensamentos mundanos, será extremamente difícil recuperar sua antiga pureza."

( Swami Prabhavananda e Swami Vijoyananda, O Eterno Companheiro – Ed. Vedanta, São Paulo - pg. 282/283)



sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

ÂNIMO


“Continuaremos infelizes e agitados enquanto imprudentemente pretendermos guardar para sempre o fruto de nossas conquistas, pois são todos temporários. Temos que aceitar, com calma e sabedoria, alguns despojamentos que não podemos evitar. É melhor nutrir a convicção de que somos donos de absolutamente nada. Tudo é emprestado. Por isto, só se apaixone pelo Eterno.”

(Hermógenes, Ânimo de Viver, Ed. Nova Era, pg. 42)

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

UMA ALEGRIA INFINITA


"Não existe nada mais forte do que silenciar a mente, ao ponto de todos os pensamentos desaparecerem por completo. Nenhuma palavra ou nenhum livro, por mais sofisticados que sejam, podem levar a essa vivência, e são limitados para descrever esses momentos. O silêncio é tão profundo, o espaço é tão vasto, a felicidade é tão rica, a alegria é tão infinita, a liberdade é tão grande e o amor tão profundo que tudo se torna secundário, mesmo a sua própria vida.”

(Antonio Monteiro dos Santos - O silêncio e a verdade interior - Revista Sophia, Ano 12, nº 52 - p. 20/21)

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

FRATERNIDADE


"Esforce-se por sentir do mesmo modo que Deus sente por todos os Seus filhos. Podemos cultivar esse tipo de bondade e interesse se, em nosso relacionamento com o próximo, mantivermos em mente a oração silenciosa: "Senhor, deixa-me sentir Teu amor por essa alma". (...)
Todos os seres respondem ao amor. São Francisco estava tão imbuído de amor divino que até as criaturas de Deus mais tímidas e hostis perdiam o medo e a agressividade em sua presença. Aquele que é um canal do amor divino se torna espiritualmente magnético, irradiando um poder que harmoniza a discordância."

(Sri Daya Mata. - No Silêncio do Coração – Ed. Self-Realization Fellowship - p. 78)

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

ORAÇÃO DO AMANHECER




"Ao se abrirem com a aurora os botões de lótus, a flor da minha alma abre-se suavemente para receber a Tua luz.
Banha cada pétala da minha mente com Teus raios de bem-aventurança. 
Brisa matutina exala o perfume de Tua presença.
Abençoa-me para que, com a aurora que se difunde, possa eu espargir a todos os homens a Tua mensagem de amor.
Como a aurora que desperta, possa eu com minha alma despertar inumeráveis almas e trazê-las a Ti."
( Paramahansa Yogananda)


segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

LIBERDADE


“Quando a natureza do Espírito, que é livre sempre e em toda a parte, prevalece, há a liberdade para cada um e para todos; cada um é, então, um centro de paz e harmonia como também um centro para a criação daqueles valores que são inerentes ao Espírito.”

(N. Sri Ram, Pensamentos, Editora Teosófica, pg. 70)

domingo, 13 de dezembro de 2015

MUDANÇA DE ENDEREÇO

INFORMAMOS QUE MUDAMOS O NOSSO ENDEREÇO PARA


AV. REPÚBLICA ARGENTINA Nº 2056, 11º ANDAR, SALA 115

ENTRANDO NA PAZ


“Quando o Ser tiver se tornado tão indiferente aos veículos no qual habita que as vibrações desses veículos não mais possam afetá-lo; quando conseguir usá-los para qualquer propósito;quando sua visão se tornar perfeitamente clara; quando os veículos não oferecerem nenhuma oposição, já que a vida elemental os deixou e somente a vida que flui dele mesmo os animam; então a Paz o envolve e o objetivo da longa luta é atingido.”

(Annie Besant, Um Estudo sobre a Consciência, Editora Teosófica, pg. 244)



sábado, 12 de dezembro de 2015

A LEI DA HARMONIA UNIVERSAL


“Toda a natureza é harmonia. Não existem cores em desarmonia na natureza; somente as cores produzidas artificialmente podem ser desarmônicas. Um outro instrutor espiritual afirmou: ‘Com o farfalhar das folhas e o tamborilar da chuva, com o estrondo do trovão e o rugir da arrebentação, a natureza tece uma harmonia maravilhosa para acompanhar a canção da vida.’ A nossos olhos pode parecer haver discordância e conflito na natureza, mas aqueles que a estudaram de perto durante anos sabem que, na verdade, existe beleza e amor embutidos em tudo. É no mundo humano que o mal existe. Nenhuma criatura não-humana pratica a crueldade deliberadamente, nem a ganância. O desperdício não é encontrado fora da sociedade humana. Toda ação é inocente de egoísmo até que o estágio humano de evolução é atingido. (...)"
(Radha Burnier - A lei da harmonia universal - Revista Sophia, Ano 7, nº 28 - Ed. Teosófica, Brasília - p. 12)

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

LEMBRE-SE DO SENHOR QUE RESIDE EM SEU ÍNTIMO


“Desenvolva a consciência de que Deus está com você.
O Senhor só parece distante porque sua atenção se dirige para o exterior, para a criação Dele, e não para o íntimo, para Ele. Sempre que a mente vagar pelo labirinto dos incontáveis pensamentos mundanos, leve-a pacientemente de volta à lembrança do Senhor que habita em você. A seu tempo, você O descobrirá sempre com você – um Deus que fala com você no próprio idioma que você usa, um Deus cuja face o espreita de cada flor, desde cada arbusto e de cada folha de grama. Então você dirá: 'Estou livre! Visto-me do sutilíssimo véu do Espírito. Voo da terra ao céu com asas de luz.' E que alegria inundará seu ser!
Divino Espírito, abençoa-nos para que, cada vez mais, no interior de nossos corações, só falemos de Ti. Não importa o que estejamos dizendo com nossas línguas, nossos corações estarão sempre repetindo Teu nome.”
(Paramahansa Yogananda – No Santuário da Alma – Self-Realization Fellowship )

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

O MEDO



"O medo é um dos mais formidáveis problemas da vida. A mente que está nas garras do medo vive na confusão, no conflito, e, portanto, tem de ser violenta, tortuosa e agressiva. Não ousa afastar-se de seus próprios padrões de pensamento, e isso gera a hipocrisia. Enquanto não nos livrarmos do medo, ainda que galguemos o mais alto cume, ainda que inventemos toda espécie de deuses, ficaremos sempre na escuridão.”

(J. Krishnamurti - Liberte-se do Passado - Ed. Cultrix, São Paulo - p. 21)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

CONSCIÊNCIA NO DIA A DIA


“Reconhecer que tudo é divino muda tudo, pois acaba com a sensação de estar dividido e arrastado em mil direções, e estabelece um contexto para as atividades diárias. Meu próximo encontro não é com uma personalidade isolada, mas com uma expressão do divino. O e-mail que estou enviando é um movimento da consciência una a partir de si própria em direção a si própria, dentro de si própria. As contas que estou pagando são a circulação de um aspecto das energias infinitas da vida una. Sentir nosso caminho rumo a essa realização, encontrar maneira de nos lembrar dessa verdade fundamental acaba com a fixação no trabalho. A pessoa mentalmente ocupada vê a ação externa como externa e dividida mas, para a mente focada no interior, apenas uma coisa está acontecendo - a revelação do esplendor oculto dentro de todas as coisas.”

(Tim Boyd, Consciência no dia a dia, Revista Sophia, Nº 58, pg. 26)

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

A ARTE DE VIVER


“Cada um deve conduzir a si mesmo, o que implica inteligência, um propósito claro, uma visão de si mesmo, uma disposição de determinar seus passos por si mesmo, a aceitação de sua responsabilidade e a faculdade de julgamento puro, individual e não influenciado.”
(N. Sri Ram, Pensamentos, Editora Teosófica, pg. 124)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

COMO DEVEMOS VIVER?



"Devemos pensar com muito cuidado nesta questão. Observem cuidadosamente como a mente age, vejam como as correntes se movem, observem como elas condicionam nossas ações na vida diária e como afetam nossa percepção do mundo que nos cerca. Como devemos olhar para os outros? Qual é o nosso relacionamento com eles? Como reagimos ao que nos acontece? Avaliamos tudo conforme nossos desejos, procurando apenas os objetos que contribuem para nosso prazer e rejeitamos veementemente os que nos parecem obstáculos? Fazemos julgamentos, temos preconceitos, atribuímos valores? Sem uma reflexão ponderada sobre como levamos nossas vidas, sem observar honesta e objetivamente como operam nossas mentes, sem compreender a relação de nossa vida interna com o mundo externo, não haverá nem mesmo o primeiro vislumbre de iluminação.”

(Radha Burnier - Como devemos viver? - Revista TheoSophia - Pub. da Sociedade Teosófica no Brasil, Ano 102, Outubro/Novembro/Dezembro 2013 - p. 08)

domingo, 6 de dezembro de 2015

PRÁTICAS ESPIRITUAIS MECÂNICAS


“Muitos buscadores me dizem: 'Mas eu tenho orado'. O cristão pode dizer: 'Tenho feito minhas orações diariamente há vinte e três anos'; o muçulmano: 'Tenho feito namaj fielmente há vinte e três anos'; e o hindu: 'Tenho praticado japa ou feito meu puja'. Mesmo assim, todos se queixam: 'Não sinto que tenha feito progresso. Minha mente é muito inquieta. Sou muito nervoso. Por quê?' É porque essas práticas se tornaram mecânicas. Não podemos ganhar o amor de ninguém com palavras de amor pronunciadas de modo mecânico ou distraído. O amor precisa vir do coração. É isso o que falta, com tanta frequência, nas práticas espirituais.”

(Sri Daya Mata – No Silêncio do Coração – Ed. Self-Realization Fellowship – p. 90/91)

sábado, 5 de dezembro de 2015

A SOLIDÃO É O PREÇO DA GRANDEZA


“A solidão é o preço da grandeza. Esteja sozinho interiormente. Não leve a vida sem objetivo que tantas pessoas levam. Medite mais e leia mais bons livros. Há tantas coisas inspiradoras a saber e, no entanto, as pessoas passam o tempo tolamente. A felicidade nunca virá, se você não se concentrar e agir de acordo com a sabedoria dos grandes homens. Os pensamentos deles ali estão para ajudá-lo, nas escrituras e em outros livros verdadeiros.”

(Paramahansa Yogananda – A Eterna Busca Do Homem –Ed. Self-Realization Fellowship – p. 79/80)

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

ENCERRAMENTO CURSO DE NUMEROLOGIA CÁRMICA 2015




QUEM VOCÊ REALMENTE É


"(...) Há muitas expressões usadas frequentemente que mostram que as pessoas não sabem quem são. O mesmo acontece às vezes com a estrutura da língua. Dizemos: 'Ele perdeu a vida num acidente de carrro' ou 'A minha vida', como se a vida fosse alguma coisa que se possa possuir ou perder. A verdade é: você não possui uma vida, você é a vida. Você é a vida única, a consciência única que permeia todo o universo e assume temporariamente a forma de pedra, folha, animal, pessoa, estrela ou galáxia.”

(Eckhart Tolle - O Poder do Silêncio - Ed. Sextante, Rio de Janeiro, 2010 - p. 38/39)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

SEGURANÇA NUM MUNDO INCERTO


"(...) A solidariedade ampla e o discernimento intuitivo, necessários para curar os males terrestres, não podem resultar de mera consideração intelectual da diversidade humana, mas sim do conhecimento da unidade profunda dos homens: seu parentesco com Deus. Para atingir o supremo ideal do mundo - paz por meio da fraternidade - possa a yoga, a ciência da comunhão pessoal com a Divindade, espalhar-se com o tempo entre todos os homens, em todas as terras. A sombria marcha dos acontecimentos políticos no mundo aponta para a verdade inexorável de que, sem visão espiritual, os povos perecem. A ciência, se a religião não o fez, despertou na humanidade uma inquietante sensação da insegurança e, também, da insubstancialidade de todas as coisas materiais. Para onde pode o homem ir agora, com certeza, se não para a sua Fonte e Origem, o Espírito que nele habita?”

(Paramahansa Yogananda - Onde Existe Luz - Self-Realization Fellowship - p. 45/47)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

CLAREZA DE VISÃO



“Para entendermos a nós mesmos, é necessário considerar os vários hábitos e desejos da personalidade de maneira tão imparcial quanto possível: gostos e aversões, amores e temores, respostas às outras pessoas - particularmente as respostas negativas -, tendências duradouras e repetitivas, habilidades que possuímos e as que precisamos desenvolver, áreas em que nosso desenvolvimento é assimétrico e deficiente. Em suma, é preciso segurar um espelho e revelar a nós mesmos aquilo que somos.”

(Linda Oliveira, Os artistas do destino, Revista Sophia, Nº 58, pg. 14)


terça-feira, 1 de dezembro de 2015

REENCARNAÇÃO



“A palavra karma, introduzida no Ocidente pela Teosofia, já está bastante disseminada, sendo conhecida até pelos que não aceitam essa lei como uma possibilidade. Entretanto, a real compreensão de seu significado ainda não é muito difundida. Na roda kármica, uma vida não seria suficiente para dar conta de todas as metas a serem atingidas; daí vem a compreensão da necessidade da reencarnação. Seria necessário um número maior de oportunidades para consertar nossos erros e aprender mais sobre a finalidade da vida."

(Regina Medina, A ciência e a reencarnação, Revista Sophia, Nº 58, pg 9)

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

SAIBA OCUPAR-SE


“Ocupar-se com eficiência é obter o melhor resultado naquilo que se faz, usando para tal o mínimo de esforço. Ter eficiência é o ideal de todo aquele que trabalha. Depende de muitos fatores, desde a natureza da obra em que nos empenhamos, ao alcance dos meios materiais e instrumentos disponíveis, mas principalmente de concentração mental dirigida ao agir. Descobrir e usar o melhor método para aumentar o rendimento da ação constitui uma arte. É uma arte que deveríamos desenvolver. Yoga é definido por Krishna, no Gita como 'excelência na ação'. O que temos de fazer devemos fazer bem-feito, pois a ação ou obra imperfeita implica realmente numa dívida, a que ficamos vinculados ou presos. Só o perfeito agir ou fazer nos liberta, segundo a escola Suddha Dharma.”

(Hermógenes - Yoga para Nervosos - Ed. Nova Era, Rio de Janeiro, 2004 - p. 192/193)

domingo, 29 de novembro de 2015

SABEDORIA


"Existem determinadas palavras na língua inglesa - e em outras línguas também - cujo significado nos é apenas parcialmente conhecido porque precisa ser descoberto através da nossa própria vida e ação. 'Sabedoria' é uma palavra assim. Podemos ter um determinado conceito do que ela significa, porém este conceito, mesmo que esteja vago e falho, provavelmente será parcial em sua verdade. Podemos não saber o que é sabedoria em sua verdadeira natureza, sua qualidade, beleza e ação.”

(N. Sri Ram - Em Busca da Sabedoria - Ed. Teosófica, Brasília, 1991 - p. 40/41)

sábado, 28 de novembro de 2015

QUEM SOU EU?


“Eu não sou o que a bondade dos amigos e o entusiasmo dos admiradores fazem de mim.
Também não sou o que a calúnia e a maledicência de alguns de mim espalham.
Uns e outros estão enganados.
Eu também me deixaria enganar se, ingenuamente, aos primeiros, eu respondesse com sorrisos-pagamento e, aos outros, com insultos de contragolpe.
O que realmente eu sou ninguém sabe. Principalmente eu mesmo.”

(Hermógenes – Mergulho na paz – P. 192)

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

AQUIETAI-VOS



“O homem comum é inquieto o tempo todo. Quando começa a praticar a meditação, ele às vezes fica calmo, embora permaneça inquieto a maior parte do tempo. Meditando mais profundamente, fica calmo a metade do tempo e inquieto a outra metade. Com uma prática mais prolongada e fiel, ele permanece tranquilo a maior parte do tempo e inquieto apenas de vez em quando. Perseverando, ele alcança o estado em que está sempre tranquilo, jamais inquieto. Quando o movimento cessa, Deus começa.¹”

"Aquietai-vos, e sabei que Eu sou Deus” (Salmos 46:10)

(Paramahansa Yogananda – Paz Interior – pg 26/27)

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

SE TE DISSERAM


“Se te disseram que para te tornares Arhan, tens de deixar de amar todas as coisas - dize-lhes que mentem. Se te disserem que para te libertares tens de detestar a tua mãe e desprezar o teu filho; de renegar o teu pai e chamar-lhe de ‘dono de casa’; de renunciar toda a compaixão pelos homens e pelos animais - dize-lhes que as suas palavras são falsas. “
(H. P. Blavatsky, A Voz do Silêncio, Ed. Teosófica)


quarta-feira, 25 de novembro de 2015

O AMOR PARA COM DEUS


“A criação foi toda concebida como um teste para o homem. Por meio da nossa conduta neste mundo, mostramos se estamos interessados no Senhor ou em Suas dádivas. Deus não nos diz que devemos querê-Lo acima de tudo porque Ele deseja que nosso amor seja dado espontaneamente não 'sob coação'. Aí está todo o segredo do jogo deste universo. Aquele que nos criou deseja o nosso amor, e quer que ele venha naturalmente, sem ser pedido. Nosso amor é a única coisa que Deus não possui, a menos que nós o ofereçamos. Portanto, até mesmo Deus tem algo a conquistar: nosso amor. E jamais seremos felizes enquanto não o dermos. Enquanto formos apenas crianças travessas, pigmeus rastejando nesta bola de terra e clamando por Suas dádivas, mas ignorando o Doador, continuaremos caindo nos abismos do sofrimento.”
(Paramahansa Yogananda – Como falar com Deus)


terça-feira, 24 de novembro de 2015

EU SOU



"Eis a canção que escutei o Sábio cantar:
Não sou o que pensava ser. 
O que julgava Real era apenas sombra.
O que cria valer, valor não tinha.
O consciente revelou-se-me não ser.
Vi a impermanência do que eterno me parecia.
Vi mentiras escondidas em reposteiros de verdades.
Ao desiludir-me, vi sorrisos disfarçando prantos.
Em meu desencanto descobri maldades nos que supusera santos.
Quando me desenganei, constatei a estultícia de quem supusera ser sábio.
Vi tibieza nos que pareciam fortes.
Assim como o Real se veste de aparências, os homens se vestem de ilusões.
O mal não está em o Real vestir-se de maya, nem no homem que se veste de hipocrisia.
O mal está no engano, no encanto, nas ilusões que minha própria ignorância engendrava e nutria.
Desiludido, desenganado, desencantado, agora estou salvo.
Agora vejo.
Agora sei.
Agora Eu Sou”.
(Hermógenes – Mergulho na paz)

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

CONTROLE DAS EMOÇÕES


“O primeiro e mais poderoso método para dominar as emoções é - como em tudo que diz respeito à consciência - a meditação. Antes que o contato com o mundo tenha perturbado suas emoções, devemos recorrer à meditação. Ao retornar ao corpo após o período de sono físico, de um mundo mais sutil do que o físico, o Ego encontrará sua moradia tranquila, e calmamente poderá tomar posse do cérebro e dos nervos descansados. A meditação mais ao final do dia, quando as emoções tiverem sido perturbadas e quando estiverem em plena atividade, não é tão eficaz. O momento de tranquilidade disponível após o sono é o momento oportuno para a meditação eficaz, estando o corpo de desejo, a natureza emocional, mais tranquilo do que após ter mergulhado no alvoroço do mundo. Daquela pacífica hora matinal fluirá a influência que nos protegerá durante o dia, e as emoções, acalmadas e aquietadas, estarão mais submissas ao controle.”
(Annie Besant, Um Estudo sobre a Consciência, Ed. Teosófica, pg 218)

domingo, 22 de novembro de 2015

ALTRUÍSMO


“O teósofo ocultista não deve ser indiferente a nada que contribua para ajudar o homem, coletiva ou individualmente, a viver não ‘alegremente’, mas menos miseravelmente no mundo. Não lhe diz respeito se o seu auxílio beneficia um homem em seu progresso mundano ou espiritual; seu dever primeiro é estar sempre pronto para ajudar se puder, sem parar para filosofar.”

(H. P. Blavatsky, Momentos de Sabedoria, Editora Teosófica)


sábado, 21 de novembro de 2015

UNICIDADE




Ao se referir sobre o objetivo do livro "Ciência Sagrada", p. 3/4, Swami Sri Yukteswar disse:

“(...) é demonstrar tão claramente quanto possível que existe uma unidade essencial entre todas as religiões; que não há diferença entre as verdades inculcadas pelos diversos credos; que não existe senão um método por meio do qual o mundo, tanto exterior como interior, tem evoluído; e que há apenas um único Objetivo reconhecido por todas as escrituras. Entretanto, essa verdade básica é algo que não se compreende facilmente. A discordância existente entre as diferentes religiões e também a ignorância dos homens tornam quase impossível levantar o véu e perceber essa grande verdade. Os credos alimentam um espírito de hostilidade e dissensão; a ignorância alarga o golfo que separa um credo do outro. Apenas umas poucas pessoas especialmente dotadas podem colocar-se acima da influência dos credos que professam e descobrir unanimidade absoluta nas verdades pregadas por todas as grandes religiões.”

(Swami Sri Yukteswar – Ciência Sagrada)

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

ENSINA-ME


“Ao homem-mundo de todos os tempos e de todos os reinos, o Mestre ensinava a orar:
- Ensina-me, Senhor, a amar-Te na morte, pois na vida é mais fácil. Ensina-me a encontrar-Te na feiura, pois na beleza é mais simples.
Ensina-me a ver-Te em quem de mim não gosta, pois sei que estás na pessoa que me ama.
Ensina-me a louvar-Te quando em plena desventura, pois a felicidade, bem sei, és Tu mesmo. 
Ensina-me a realizar-Te em mim, pois já consigo deslumbrar-me com Tua presença flagrante num céu cheio de estrelas.”
(Hermógenes – Mergulho na paz)

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

APLICAÇÃO DA TEORIA À CONDUTA


“Muitas pessoas verdadeiramente boas e sérias passam anos em vagas aspirações em busca da bondade, e contudo conseguem apenas um pequeno progresso; elas são boas em propósito mas fracas em realização. E isto principalmente porque não compreendem a natureza na qual estão trabalhando, nem os melhores métodos para sua cultura. São como uma criança em um jardim, ansiosa para ver o jardim cheio de flores, mas sem o conhecimento para plantá-las, cultivá-las e exterminar as ervas daninhas que se multiplicam em seus canteiros. Tal como essa criança, as pessoas anseiam pela doçura das flores da virtude, enquanto seu jardins estão tomados pelo crescimento desordenado das ervas daninhas do vício.”

(Annie Besant, Um Estudo sobre a Consciência, Ed. Teosófica, pg 208)


quarta-feira, 18 de novembro de 2015

A VIRTUDE ESSENCIAL


"O antídoto para o apego é o desapego, ou o abrir mão. O desapego é a essência da virtude, e o processo de desapego é a virtude de agir sem apego. O homem precisa ver primeiramente o modo como ele é apegado. Devido à ignorância ou ao egoísmo, ele é apegado à ação, e portanto está sujeito ao karma, que ele chama de fado, sorte ou destino. Ele é apegado ao corpo e é movido pelas emoções e pensamentos. Está psicologicamente isolado e vive cada vez mais para si, usando os outros simplesmente para vantagem própria. A ganância, o egoísmo e a desonestidade são suas características. Ele reage rapidamente, sem entender plenamente ou perceber de fato o que está acontecendo. A ideia de 'eu' e 'meu' predomina. (...)
O que é preciso para o desapego é compreender e aceitar nossos apegos e aprender a ver e compreender que no apego existe dor, medo, inveja e ansiedade. (...)
De posse do verdadeiro conhecimento, o homem, no nível físico, torna-se ativo, e não preguiçoso. No nível emocional ele não tem ira, luxúria ou ganância, e no nível mental não tem orgulho nem inveja. Ele se torna desapegado, e essa é a sua virtude essencial. Isso o ajuda a se corrigir, ao invés de querer corrigir os outros." 
(C. A. Shinde - Desapego e Sabedoria - Revista Sophia, Ano 13, nº 53 - p. 28)

terça-feira, 17 de novembro de 2015

140 ANOS DA SOCIEDADE TEOSÓFICA




Hoje, dia 17/11/2015 - A Sociedade Teosófica completa 140 anos de fundação e que coincide com os 96 anos da instituição no Brasil.
A Sociedade Teosófica (S.T.) surgiu a partir de uma primeira reunião em 7 de setembro de 1875 na cidade de Nova Iorque, e teve sua primeira ata lavrada no dia seguinte, tendo como principais fundadores Helena Blavatsky, o coronel Henry Olcott, indicado seu primeiro presidente, e William Judge, primeiro secretário, num total de 16 membros fundadores. O discurso inaugural foi realizado pelo Presidente fundador Olcott em 17 de novembro, data que é considerada oficial de fundação da S.T. 
A Sociedade Teosófica foi fundada para promover os ensinamentos antigos de teosofia, a sabedoria relacionada ao divino que era a base de outros movimentos do passado, como o neoplatonismo, o gnosticismo, e as Escolas de Mistérios do mundo clássico
Os objetivos da Sociedade Teosófica hoje são:
1. Formar um núcleo da Fraternidade Universal da Humanidade, sem distinção de raça, credo, sexo, casta ou cor.
2. Encorajar o estudo de Religião comparada, Filosofia e Ciência
3. Investigar as leis não explicadas da Natureza e os poderes latentes no homem.
A Sociedade não impõe nenhuma crença sobre seus membros, que se unem espontaneamente pelo objetivo comum de buscar a Verdade e o desejo de aprender o significado e propósito da existência, dedicando-se ao estudo, reflexão, pureza de vida e serviço voluntário. Não há pré-requisitos nem limitações para qualquer um associar-se, porém o candidato deve declarar se identificar com ao menos um dos objetivos da sociedade. A Sociedade enfatiza a liberdade de pensamento, de pesquisa e de debate.
O lema da Sociedade foi inspirado no do Marajá de Benares: Satyât nâsti paro Dharma, traduzido como Não há Religião superior à Verdade, embora a palavra original Dharma tenha uma riqueza de significados muito mais extensa do que o termo religião, incluindo dever, direito, justiça e virtude. Além de ser uma escola de filosofia e um promotor de trabalho humanitário, a S.T. tem não obstante um lado religioso, uma vez que busca disseminar doutrinas sobre mundos transcendentes tomadas como verdadeiras por muitas religiões do passado e do presente.
Em 1878 o cel. Olcott e Helena Blavatsky partiram para a Índia. Em 3 de abril de 1905 foi estabelecida legalmente a sede internacional da S.T. no bairro de Adyar, na cidade de Chennai.
A Sociedade Teosófica no Brasil foi fundada no Rio de Janeiro, em 17 de novembro de 1919, por Raimundo Pinto Seidl.
Hoje a Sociedade Teosófica conta com membros e sedes em cerca de cem países em todos os continentes. Seu quartel-general ainda é hoje aquele fundado por Blavatsky. Mas além de ser um memorial perene aos Fundadores, se tornou um moderno centro de estudos filosóficos bem como de assistência social. Dispõe de uma rica biblioteca, um centro de pesquisas, uma editora, uma agência de notícias e divulgação, apoia ou mantém diversas escolas gratuitas, cursos e centros vocacionais, escoteiros e artísticos, e é o coração das inúmeras Lojas abertas em todo o mundo que, dentro do alcance de cada uma, se propõem a concretizar os objetivos da Sociedade.
O debate público inaugurado por Blavatsky e continuado por seus sucessores e seguidores, através de vasta literatura e marcante presença na sociedade como um todo, contribuiu para uma renovação na metodologia e nos conceitos de diversas disciplinas científicas, como a Arqueologia, a Psicologia e a História, e forçou uma apreciação mais objetiva de diversas instituições, dogmas e sistemas religiosos. Annie Besant, sua segunda Presidente, foi uma força ativa no processo de independência da Índia. A própria Helena Blavatsky foi uma das primeiras mulheres a contribuir e influenciar positivamente com seus escritos na agenda intelectual e filosófica do mundo moderno. A doutrina que a Sociedade disseminou e o exemplo de vida altruísta de seus fundadores e sócios mais eminentes foram uma inspiração para líderes como Gandhi, cientistas como Einstein e artistas como Mondrian, Fernando Pessoa e Scriabin.


Membros notáveis da ST
• Thomas Edison, inventor e cientista
• William Butler Yeats, poeta
• Fernando Pessoa, poeta, ensaísta, escritor, romancista, e intelectual lusitano.
• Charles W. Leadbeater, teósofo, maçom, bispo da igreja liberal, esoterista.
• George Robert Stow Mead, escritor, editor, tradutor, esoterista.
• Jiddu Krishnamurti, teosofista, filósofo, escritor, ensaísta, filantropo e grande intelectual indiano.
• Radha Burnier, atriz e bailarina indiana, escritora e filósofa e ex-presidente mundial da Sociedade Teosófica.
• Helena Petrovna Blavatsky, fundadora da ST, ocultista e uma das principais personalidades ligada ao ocultismo e esoterismo oriental e ocidental.

- (Fonte: Wikipedia, Loja Teosófica Dharma)

SOCIEDADE TEOSÓFICA

TEOSOFIA


“(...) A Teosofia é o oceano infinito da verdade, do amor e da sabedoria universais, refletindo sua radiância sobre a Terra, enquanto a Sociedade Teosófica é somente uma bolha visível desse reflexo. Teosofia é natureza divina, visível e invisível, e sua Sociedade, a natureza humana tentando ascender à sua fonte divina.”

(H. P. Blavatsky, Chave para a Sabedoria, Editora Teosófica, p. 60)

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

AÇÃO E CONHECIMENTO


"Em profunda escuridão caem aqueles que seguem a ação. Em profunda escuridão caem aqueles que seguem o conhecimento.

Na experiência normal do homem, Ação e Conhecimento ocorrem um após o outro, não simultaneamente. Há sempre uma brecha entre os dois. É essa brecha que traz escuridão e desolação para a vida do indivíduo. A ação que não é inspirada pelo conhecimento é mera atividade. É uma mera Upasana, uma prática sem sentido. Analogamente, o conhecimento destituído do toque vitalizador da ação é um conhecimento sem inspiração. O verso acima diz que a mera ideação conduz a uma escuridão ainda maior. Um conhecimento ideacional, assim como a atividade repetitiva, são ambos sem sentido. Conduzem uma pessoa ao reino dos falsos valores.”

(Rohit Mehta - O Chamado dos Upanixades – Ed. Teosófica, Brasília, 2003 - p. 27/28)