quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

PENSANDO EM DEUS


“Na hora da morte, vem-nos, inelutavelmente, aquilo que ocupou a mente com maior frequência durante a existência. Aqui, então, a advertência a todos nós que morreremos algum dia: enquanto vivermos, ocupemos nossa mente, a maior parte do tempo, com as coisas de Deus. A isto é que poderíamos chamar arte-de-viver. Talvez seja esta a razão principal porque São Paulo insistiu que devemos orar sem cessar, e o próprio Cristo recomendou: orai e vigiai.”

(Hermógenes, Ânimo de Viver, Ed. Nova Era, pg.137)

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

DESENVOLVIMENTO DA PERSONALIDADE


“Em geral, encara-se a personalidade e seu desenvolvimento apenas sob a luz da realização de algum objetivo material, como o sucesso nos negócios ou a promoção social. Raramente se analisa a verdadeira natureza da personalidade.
O que é, essencialmente a personalidade? É a consciência do ego; não o ego no sentido de orgulho enfatuado, mas a consciência de existir. (...) A consciência de existir é, fundamentalmente, um estado universal, ilimitado; porém, torna-se mais ou menos limitada pelos traços de personalidade que adotamos em nossa vida diária. Mais cedo ou mais tarde, acabamos por esquecer que as qualidades individuais podem se expandir ou contrair, dependendo de nosso comportamento.”

(Paramahansa Yogananda - A Eterna Busca do Homem - Self-Realization Fellowship - p. 148)

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

AUTOCONHECIMENTO



“Os problemas do mundo são tão colossais e complexos que, para compreendê-los e resolvê-los, temos de estudá-los de maneira muito simples e direta; e a simplicidade não depende de circunstâncias exteriores nem de nossos preconceitos e caprichos. A solução não se encontra em conferências ou projetos, nem na substituição de velhos por novos líderes. Ela se encontra, evidentemente, no criador do problema, na origem dos malefícios, do ódio e da enorme incompreensão entre os seres humanos.”

(J. Krishnamurti)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Atividades da Loja Teosófica Libertação - 2017


Atividades da Loja Teosófica Libertação - 2017



Segunda-feira: Curso de Teosofia
Palestrantes: Otávio Marquesini, Alex Werner, Mariana Pismel,
Francilise Melo e Adriane Paulista.

Terça-feira: Reunião da Loja Teosófica Libertação (só para Membros).

Quarta-feira - Palestras públicas

Quinta-feira:
1º semestre: Curso de Radiestesia
Orientadora: Francilise Melo
2º semestre – Introdução à Terapia Florais
Orientadora: Francilise Melo

Sexta-feira:
Curso de Astrologia para o Autoconhecimento
Orientadores: Jaime Sanz Yeboles Camaño e Motoko Tomita

Sábado pela manhã (primeiros e terceiros sábados de cada mês)
Curso de Numerologia
Orientadora: Francilise Melo

Sábado à tarde
- (Segundos e quartos sábados de cada mês)
Palestras Públicas: Jaime Sanz Yeboles Camaño e Motoko Tomita

Domingo:
Curso de Numerologia Avançado (um encontro mensal).
Orientadora: Tirza Fanini

Bate-papo Astrológico (um encontro mensal).
Orientador: Jaime Camaño
Temática: Leitura e Interpretação do Mapa Natal e Trânsitos Planetários

Workshop em agosto: O Taoísmo na Vida Diária
Dias 11 (palestra de apresentação), 12 e 13.
Palestrantes: Alexandre Rozenwald e Fernando Gramaccini
Loja Teosófica Libertação
Av. República Argentina, 2056 - sala 115 – 11º andar

PALESTRA PÚBLICA CORPOS HERMETICUM - OTÁVIO MARCHESINI


EQUILÍBRIO NA MENTE



"Qual é o problema com a mente humana, dedicada a tantas coisas que parecem ser meios de autodestruição? Diz-se que o homem é a única espécie que destrói sem razão aparente, inclusive os seres de sua própria espécie. Nenhuma criatura, que não o homem, se entrega à destruição desenfreada. Essa é uma de nossas características peculiares. Se pensarmos cuidadosamente, parecemos estar fazendo uma coisa muito estranha. Poderemos tentar encontrar as razões para isso? Haverá algum desequilíbrio no ser humano? "

(Radha Burnier - Equilíbrio na mente - Revista Sophia, Ano 9, nº 34 - Ed. Teosófica, Brasília - p. 27)

domingo, 19 de fevereiro de 2017

NATUREZA ORIGINAL DO UNIVERSO


“Qual é a natureza original desse universo em potencial que aparece dessa maneira e por um processo dinâmico, tornando-se manifestado e perceptível através de estágios sucessivos? De acordo com o Ocultismo é o resultado da Ideação Divina, sendo a manifestação nos planos inferiores meramente um jogo de sombras, refletindo e exprimindo de maneira incompleta, imperfeita e sucessiva aquilo que tem lugar na Mente Divina em sua forma total, perfeita e verdadeira. É difícil de se apreender a natureza do Plano Divino e da Ideação Divina tendo lugar na Mente Divina, mas que tal processo existe nos planos espirituais mais elevados é doutrina clara do Ocultismo, dela havendo alusão em muitos contextos tais como o aforismo IV-12 dos Yoga Sûtras

(I. K. Taimni, O Segreo da Autorrealização, Editora Teosófica, pg. 24)

sábado, 18 de fevereiro de 2017

ATIVIDADE DAS FORMAS-PENSAMENTOS


“Os elementais que animam as formas-pensamentos boas ou más fundem-se com os do homem, e com os das suas formas-pensamentos, e assim atuam sobre ele, embora vindos do exterior. Mas para esta fusão é necessário que encontrem entidades da sua espécie, com que possam ter afinidades, sem o que não podem exercer qualquer influência. E ainda há mais: se forem de espécie contrária, repelem-se, e assim se explica que o homem bom expulse, com a sua atmosfera, com a sua aura, o que é mau e impuro. É como se estivesse rodeado de uma muralha defensiva que o pusesse ao abrigo do mal.”

(Annie Besant, Karma, Ed. Pensamento, 23)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

A VERDADEIRA FONTE


“No âmago de nosso coração, todos nós ‘amamos a Deus’, no que todos ansiamos por beleza e verdade e pela alegria que nos vem de sua realização. Pensamos que isso pode ser encontrado no exterior, que nos pode ser dado ou ensinado por alguma autoridade. De fato, está no âmago de todos nós, para sempre aguardando, com a paciência que tem a eternidade, que o procuremos e o encontremos. Cristo chamou-o a “pérola de grande preço”, o Reino dos Céus que está no interior, e Ele disse que, se um homem soubesse onde ele está oculto, venderia tudo quanto possuísse para comprar esse local ou campo e faria as escavações necessárias à sua procura. Verdadeiramente não será encontrado, exceto ao
preço de tudo que nós, como personalidade, temos aqui.”

(Clara Codd, A Técnica da Vida Espiritual, Ed. Teosófica, pg.18)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

QUE ESTAMOS BUSCANDO?



“Que estamos buscando, quase todos nós? Que é isso que cada um de nós deseja alcançar? Sobretudo neste mundo inquieto, onde todos procuram alguma espécie de paz, alguma espécie de felicidade, um refúgio, importa, sem dúvida, averiguar o que tentamos alcançar, o que tentamos descobrir. Provavelmente a maioria dos homens está em busca de alguma espécie de felicidade, alguma espécie de paz; num mundo atormentado por agitações, guerras, competições, luta, deseja um refúgio, onde encontre um pouco de paz. Penso ser isso o que quase todos nós desejamos. E, assim, empenhamo-nos na procura, passamos de um guia para outro, de uma organização para outra, de um instrutor para outro. Ora bem, estamos procurando a felicidade ou estamos buscando alguma espécie de satisfação, da qual esperamos obter a felicidade? Há diferença entre felicidade e satisfação. Pode-se procurar a felicidade?"

(J. Krishinamurti, A Primeira e Última Liberdade, Ed. Cultrix pg. 22)